01 março 2016

“Por que seguir a moda se existe uma alternativa?” Moda de Subculturas

Um blog de moda escrito por duas moças alternativas Lauren Scheffel e Sana.



O Moda de Subculturas é escrito por Lauren Scheffel, residente no Rio de Janeiro, mas provoca dizer que seu “DNA carioca é punk”, formada em Design de Moda, vive na longa jornada de estudos, pesquisas e valorização do mercado de trabalho, além disso ela adora assistir filmes de montão e ouvir música; e pela Sana, formada em Design de Moda a qual se considera uma “alternative fashion” coolhunhter, e nas horas vagas ela gosta de ver filmes ler e costurar.

Criado em outubro de 2009, foi o primeiro blog alternativo brasileiro a mostrar a relação da moda alternativa com a moda dominante (mainstream) através de editoriais e desfiles de moda com referências à temática dark, rock, lolita, gótica, punk e metal.

W.R: Vocês já se conheciam quando se juntaram para montar o blog e o conteúdo abordado?

Lauren: Não, a criação do blog é inteiramente da Sana. Nos conhecemos através da blogosfera devido ao interesse pela moda alternativa. Nossa união se deve simplesmente por encontro de afinidades, sem nenhuma panela.

Sana: Eu conhecia o blog da Lauren e adorava, era um blog fora do padrão meio ousado e bizarrinho. Eu sempre comentava nele, daí acabamos trocando e-mails pra conversar sobre as coisas em comum.

W.R: Quem teve a ideia de criar o Blog Moda de Subculturas? E por que Moda de Subculturas?

Lauren: Como explicado acima, foi a Sana. Passo o restante da resposta a ela.

Sana: O blog surgiu de uma comunidade que criei em 2006 no Orkut, que chamava “Subculturas e Estilo”, mas achei que o conteúdo da comunidade valia um blog. O nome não foi planejado, apenas troquei a palavra “estilo” por “moda” porque esta é uma palavra mais abrangente.

W.R: Há quanto tempo o blog está no ar?

Lauren: Esse ano completa sete anos! Misericórdia! (risos)

Sana: Esse ano faz sete!

W.R: Quais as inspirações de vocês ao falar sobre moda alternativa?

Lauren: A inspiração é simples: falar de um tema que se gosta, que faz ter prazer em pesquisar e ler.

Sana: A Lauren respondeu bem: a inspiração é o que gostamos! Eu particularmente uso estética alternativa no dia a dia então tem o lance de “viver” o que escreve. A inspiração é o que admiramos, achamos legal e também o que a queremos aprender mais sobre.

W.R: Como vocês se organizam para publicar no blog? Cada uma tem um tema – que goste ou que tenha mais facilidade de abordar - ou é tudo aleatório?

Lauren: Costuma ser aleatória, mas claro que há temas em que cada uma tem mais facilidade de abordar, temos gostos específicos. Mas no final a informação de uma complementa a outra.

Sana: É aleatório, tem um pouco do nosso feeling do momento. A gente tem uma lista básica de assuntos que quer abordar, mas às vezes notamos algo interessante surgindo e vamos pesquisar… Mas tudo sem pressa, sem neura, sem obrigações ou regras.

W.R: Vocês recebem e-mails das suas leitoras pedindo dicas, trocando idéias, ou então pedindo algum post, etc? Como vocês se sentem com esse contato entre vocês e o público?

Lauren: Recebemos sim. O contato costuma ser maravilhoso, enriquecedor. Situações e pontos de vistas diferentes sempre fazem crescer, até mesmo quando a experiência não é tão boa.

Sana: Sim! O pessoal que escreve costuma elogiar, agradecer, pedir autorização pra usar textos em trabalhos acadêmicos, pedem post… Eu me sinto muito feliz de verdade quando recebo email de leitor, porque a gente publica os artigos, mas nunca sabe quem lê! Quando você recebe mensagem de uma pessoa real, dá aquela sensação que a gente não está falando com as paredes (ou com uma tela)! risos

W.R: Vocês esperavam alcançar toda essa “publicidade” com o blog? O que pensam sobre isso?

Lauren: Eu, particularmente, não. Penso honestamente que ainda há muita coisa a se fazer, nós ainda temos muita ideia para colocar em prática. É só o começo!

Sana: O blog nasceu de uma forma muito, mas muito despretensiosa! Cresceu de forma super orgânica já que não divulgava muito e ainda hoje não costumo divulgá-lo. Não acho que ele tenha publicidade no sentido de “estar na mídia” já que não estamos. De publicidade só temos mesmo alguns banners de empresas/lojas que querem ser parte do nosso conceito. Como a Lauren, acho que ainda temos um longo caminho a percorrer, pois lidar com subculturas e moda alternativa não é fácil, existe preconceito do mainstream ao mesmo tempo em que precisamos chegar ao público alternativo que se interessa por informação, além de moda.

W.R: Em que vocês baseiam as matérias no blog?

Lauren: Em tudo o que se refere a moda e cultura alternativa. E não pense que é pouca coisa, isso dá uma amplitude que nem dá para imaginar!

Sana: Em subculturas, moda, cultura alternativa, rock n roll...  É um mundo tão rico, com tanta história, tem tantas coisas que parece nunca faltar assunto!

W.R: Percebi que vocês compartilham muitas experiências de preconceito com estilos e moda alternativa. Como vocês enxergam o papel da “Moda de Subculturas” nessa perspectiva?

Lauren: O maior papel do blog é levar informação com diferentes pontos de vista, não basta só tocar no assunto, precisa ampliar a visão para se ter uma reflexão mais profunda, tentar sair da zona de conforto.

Sana: O papel é informar. Mostrar que o preconceito com os alternativos existe e que não dá mais pra omitir ou silenciar, precisamos falar abertamente para que haja reflexão e mudanças de comportamento. Há alternativos com depressão, sofrendo bullying ou assédios, com problemas familiares por conta de suas escolhas… precisamos dar voz a esses jovens que estão enfraquecidos, tomar suas dores e alertar todo mundo que não dá mais pra ignorar ou ridicularizar quem é diferente.

W.R: Para vocês, ser blogueira se tornou uma profissão?

Lauren: Atualmente está mais para portfólio do que profissão.

Sana: Sim, concordo com a Lauren. O blog é um portifólio do que criamos e do somos capazes de analisar, escrever, pesquisar...

W.R: Vocês fazem matérias e publicidade para as marcas parceiras. Como funciona? Vocês fecham parcerias com marcas que tem a ver apenas com o público de vocês, ou estão abertas as opções?

Lauren: O blog MdS é voltado para um nicho, que somos nós, os alternativos. Então as marcas têm que nos atender. Porém, aí que está o negócio, existem alternativos de vários estilos de vida, o que amplia as opções.

Sana: A empresa que quer ser parceira do blog precisa de alguma forma estar ligada à cultura alternativa, que é bastante ampla. Se surgirem propostas de “opções” diferenciadas, precisamos analisar que tipo de opção é essa e se é coerente com o conceito do blog.

W.R: Por que escolheram a plataforma blogspot para montar o site?

Lauren: Vou deixar a resposta para Sana.

Sana: Como eu disse anteriormente, o blog nasceu de forma super despretensiosa e na época, o blogger era uma plataforma popular e fácil de mexer pra iniciantes.

W.R: Na opinião de vocês: o que é necessário para trabalhar no mundo dos blogs/vlogs?

Lauren: Bom, se você coloca o “trabalhar” no sentido de viver financeiramente, é uma questão difícil. Hoje em dia qualquer pessoa pode ter blog ou vlog, as coisas já tomaram outro rumo.

Para se destacar tem que ter diferencial, algum atrativo que chame a atenção entre as milhares de pessoas que produzem conteúdo. Não é moleza, tem que correr muito atrás. Use seu conteúdo como portfólio para outras profissões. Tem que ser criativo, saber se reinventar e curtir aquilo que faz sem focar só no lado financeiro.

Sana: Para “trabalhar” as empresas tem que “comprar” seu espaço (publiposts), daí você pode pegar o dinheiro e investir em melhorias pro seu blog/vlog, o profissionalizando. Para isso acontecer é preciso que as empresas desejem estar associadas com seu conteúdo.

O blog é seu lugar de auto-expressão, e é preciso ter em mente que é isso que importa, é você estar bem com seu blog, gostar dele, querer produzir conteúdo autoral, ser autêntica, não necessariamente você precisa fazer a mesma coisa que todas as outras blogueiras estão fazendo, existem nichos e cada pessoa é única. Se não der pra viver do blog, tudo bem, pelo menos você criou um espaço que te trás orgulho!

10 comentários:

  1. Olá,
    Não conhecia o blog e achei super bacana a entrevista.
    Achei bacana a resposta delas sobre o blog ser uma profissão, também acho que está mais para um portfólio do que gostamos e escrevemos.
    Bjs
    Diário dos Livros
    Sorteio A 5°Onda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica! Que bom que curtiu a entrevista, adoramos responder ;)

      Excluir
  2. O MDS foi o primeiro blog de moda alterativa que conheci e ainda é o que mais gosto! O diferencial dele em relação a outros tantos (mesmo no meio alternativo) são os posts muito bem pesquisados, e as opiniões bem construídas, num tempo em que a maior parte dos posts é só "imagem + frase pronta".
    Parabéns pela entrevista!

    www.yeahitsallmine.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Deborah! Nossas pesquisas dão um trabalhinho rsrs, que bom que você gosta, é um incentivo ler suas palavras! <3

      Excluir
  3. Adoro o MdS, sigo desde quando o conheci em 2010! Foi ótimo ler um pouco mais sobre como surgiu e sobre os pontos de vistas das meninas :D
    Parabéns pela entrevista!! bjoo!
    www.eccentric-beauty.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nayara, bom te ver por aqui! Adoramos responder a entrevista, a Karolini foi ótima!
      bjs! <3

      Excluir
  4. Não conhecia ainda! Achei o blog maravilhoso, adorei a entrevista e a dica de blog <3.
    http://www.lenouveaugrunge.com/

    ResponderExcluir
  5. Conheci o MdS em 2014 e desde então o acompanho e adoro! <3 As meninas são super lindas e muito dedicadas :3
    Parabéns pela entrevista!!!

    Relíquias da Lara

    ResponderExcluir
  6. Amo o MdS! ♥
    Parabéns pela entrevista, ficou muito boa!
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir