01 janeiro 2016

Uma lista de Desejos


Mais um ano chegou. A vida passa e repassa, e você passa e repassa os planos não cumpridos do ano anterior, é como um disco: porém ele só vai para frente, retroceder não faz parte do processo do tempo. Porém, ano passado mudei os desejos, e o que desejo para mim, desejo ao mundo todo. Quero um pouco mais de educação, rever a maneira que tratamos o mundo e as pessoas que o compõem – pois a falta de educação tem nome e sobrenome. Então não fique só em se reeducar, mas também, se preocupe em educar. Desejo mais humildade, o ser humano é tão egoísta às vezes, pensa em só si mesmo. E se começássemos a pensar no próximo? Que tipo de revolução criaria entre nós? Sejamos mais humanos, pois na falta dela só resta o desprezo (nada do que se vê é normal). Sejamos mais anormais, pois se a normalidade passa a ser um problema, a falta dela poderá ser a solução. Desejo mais sinceridade, as pessoas perdem o sentidos da verdade, abrindo as portas para a ignorância e a falsidade. Façamos diferente esse ano, vamos falar a verdade, falar da verdade, falar de verdade: sejamos verdadeiros em tudo. Desejo mais fé, não quero crença em Deus. De que vale a crença se lhe falta a fé? Quero mais fé! A fé poderá mover barreiras esse ano. E por fim, desejo o necessário para a existência: amor! Seja ele um romance, um amor de animal, uma paixão, um amor a Deus, um abraço amável. Eu quero amor, e desejo muito amor, muita paz e muita luz para todos. Façamos diferente... Façamos a diferença... Sejamos a diferença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário