25 março 2017

Assisti em casa – “Fallen”

Algo parece estranhamente familiar em relação a Daniel Grigori. Solitário e enigmático, ele chama a atenção de Luce logo no seu primeiro dia de aula no reformatório. A mudança de escola foi difícil para a jovem, mas encontrar Daniel parece aliviar o peso das sombras que atormentam seu passado: um incêndio misterioso – que provocou a morte do garoto que gostava – levou Luce até ali. Irremediavelmente atraída por Daniel, ela quer descobrir qual é o segredo que ele precisa tanto esconder— uma verdade que poderia matá-la. O reformatório para onde Luce vai já está dividido, e ela tem que decidir ficar ao lado da sua paixão e de seus amigos, Daniel Grigori, Ariane, Penn e Gabbe, que ela acredita estar a protegendo ou o encanto de "Cam", com seus amigos Molly e Roland. Qual é a escolha certa? Quem realmente quer o seu bem?


OBS.: Caso não tenha lido a série de livros Fallen não aconselho a leitura da resenha, pois poderá haver spoilers. Caso queria ler a resenha da série de livros Fallen, é só clicar aqui ó!

Já que todos nós sabemos a história por trás do filme, acredito que já posso pular essa parte e ir direto para a resenha do filme (que demorou tanto para sair que acreditei que iria envelhecer e ainda nada.). Esse filme demorou tanto para sair, que eu mesma já não tinha mais esperanças nenhuma de que fosse rolar mesmo, e sinceramente, eu esperava mais do filme.


Baseado no Best-Seller de sucesso, Fallen vai contar a história de amor sobrenatural, que enfrentou gerações, épocas, décadas, sociedades: enfrentou o tempo. No entanto, não sei se porque estou acostumada com o livro, e assim temos mais detalhes, mas eu achei tudo muito jogado. É claro que eles iriam colocar ali umas cenas que não estão no livro um e nem no dois (e podem apostar que nem no três ou quatro). Mesmo assim, alguns acontecimentos você piscou e já está em outra cena.

OBS.: SPOILER!

Uma cena que eu diria que foi bem jogada mesmo foi a do Pandemonium. Onde Luce aceita o convite do Bad-Boy Cam (afinal, cadê a palheta verde?), e ai rola o primeiro beijo entre eles (lembrando que essa Luce é rebelde e confiante, ela pegou uma moto e saiu voada, literalmente) e daí o Daniel surge do nada e acaba com o beijo, enquanto isso, Luce na tentativa de apartar a briga pega a moto e sai voada (pensando nisso agora, soa bem engraçado!). E daí já vem à cena da biblioteca pegando fogo e depois Daniel vem e pega Luce nos braços. (isso tudo em uma noite, a mesma do beijo entre ela e o Cam!).

OBS.: FIM DO SPOILER!


Agora, eu gostei bastante dos atores selecionados para fazer os personagens. O que me faz lembrar: Daniel não tem os olhos violetas. Mas, o ator que interpretou Daniel fez um bom trabalho. O cenário Sword & Cross também ficou muito legal (só achei que exageraram no nevoeiro), porque era mais ou menos daquela forma que eu imaginava. Eu também sofri com a perda da Penn (não teve o bolo de carne! Esperei o filme por essa cena e não colocaram. Nem a do dedo do meio!).

Já no caso dos efeitos especiais: Harry Potter ainda desbanca qualquer outro que queria usufruir de bons efeitos a la computador. Isso traduz o meu desagrado em relação à equipe de efeitos especiais (será que a verba estava pouca?).

No fim de tudo, eu quero muito ver a continuação, (com um pouco menos de demora dessa vez, por favor!), porque sinceramente, quero muito ver a recriação do livro três e quatro (diga-se: os melhores da série). 

2 comentários:

  1. Eu li o livro faz um tempão e confesso que nem me animei tanto com o filme. Li os spoilers, que não são tao spoilers assim e olha, quero assistir para ver com meus próprios olhos hahah
    Enfim vamos ver né? Bjs

    ResponderExcluir
  2. Li a séria a tanto tempo atrás que nem lembro muito bem dos detalhes, lembro só da história básica de como tudo acontece. Acho que vou assistir a esse filme e ler a série novamente pra lembrar de tudo.


    Relíquias da Lara

    ResponderExcluir